VOVO EMILIA_edited
Captura_Imagem_2013_Emilia_Cordeiro-3_edited
Captura_Imagem_2013_Emilia_Cordeiro-4_edited
Família Cordeiro

Mineiros de alma, coração e história! É na cidade de Turmalina, no Vale do Jequitinhonha, que o Grupo Emília Cordeiro deu os seus primeiros passos rumo a uma caminhada de crescimento, conquistas e muito trabalho.

A história do Grupo Emília Cordeiro

Década de 60

Em uma fazenda o Sr Olimar Alves Cordeiro iniciou a produção de tijolos maciços que funcionava com um engenho movido a tração animal.

1986

Fundada em Turmalina a Ceramica Cordeiro, primeira empresa do grupo, produzia somente tijolos, mas em 1990 adquiriu sua primeira prensa, melhorou sua estrutura industrial para a fabricação de telhas coloniais. Atualmente a Cerâmica Cordeiro centralizou a sua produção em telha.

1997

Nesse ano, os então proprietários, Olimar Alves Cordeiro, Humberto Godinho Alves, Antônio Alves Cordeiro e Sebastião Magno Alves Cordeiro, perceberam a necessidade de expandir o volume de produção e criar melhores condições de logística, assim abriram, as margens da Rodovia MG BR 308, em Turmalina, a CERÂMICA FORTE.

1999

Com o objetivo de ficar mais próximo dos clientes do Vale do Rio Doce e Vale do Mucuri, foi criada uma filial da Cerâmica Forte na cidade de CANTAGALO.

2004

A Cerâmica Cordeiro fora contratada para prestação de serviços de supressão vegetal no local onde seria construída a Usina Hidrelétrica de Irapé, dando início a um novo ramo de atividade, surge então a REFLORESTAR, uma empresa que atua na prestação de serviços na área florestal.

2007

A  ECOLIPTUS foi criada para produzir e comercializar madeira de eucalipto tratado e in natura. Atualmente, a empresa ampliou seu portfolio, atendendo também a indústria moveleira.

2013

Foi fundada a Ceramica Brasileira, a mais moderna e tecnológica fábrica de cerâmica do Brasil. Localizada a aproximadamente 80km de Belo Horizonte, atua no mercado de cerâmica vermelha com produtos de alta performance e qualidade, sendo especializada em telhas tipo americana.

2015

A Divina Terra foi criada com o objetivo de produzir revestimentos e peças em cerâmica e madeira artesanalmente sofisticados. Aliando design e sustentabilidade, a Divina Terra aproveita a matéria-prima e resíduos do Grupo, para criar valor.

Na década de 60, na pequena olaria do Senhor Olimar Alves Cordeiro, tijolos maciços eram produzidos em um engenho movido a tração animal.  Com força de uma família unida e a experiência do trabalho de sol a sol, a pequena olaria passou a produzir também telhas.​

Mais à frente, os novos sócios Antônio Alves Cordeiro, Humberto Godinho Alves, e Sebastião Magno Alves Cordeiro trouxeram a visão inovadora e o espírito empreendedor que levou à expansão dos ramos de atividade e à criação do Grupo Emília Cordeiro, nome que homenageia a matriarca da família.

 

Hoje, o Grupo é formado por mais seis empresas: Cerâmica Forte, Cerâmica Brasileira, Cerâmica Cordeiro, Divina Terra, Reflorestar e Ecoliptus.

 

A união familiar sempre foi e será o esteio do Grupo Emília Cordeiro, uma empresa movida pelo amor aos solos mineiros, seu povo e sua cultura. O respeito à nossa terra é traduzido em uma produção sustentável, em que as matérias-primas são reaproveitadas e utilizadas na fabricação de novos produtos. 

O que uma empresa descarta, a outra reaproveita, formando um ciclo virtuoso de respeito ao meio ambiente.